Uma das unidades de conservação mais conhecidas do país, o Parque Estadual do Jalapão é um ótimo destino para quem gosta de ecoturismo. Passeando no local é possível encontrar aves como tucanos, papagaios, araras-azuis e demais espécies, mas esta é só uma pequena parte do que o Jalapão pode oferecer. Conhecido pelos fervedouros onde a pressão da água é tão forte que fica praticamente impossível encostar no fundo, o Jalapão é um dos locais mais bonitos para visitar no estado do Tocantins. 

Jalapão
Imagem do Parque Estadual do Jalapão, em Tocantins – Fonte: Metrópoles

Onde fica o Jalapão? 

Localizado no extremo leste de Tocantins, aproximadamente 350 km da capital Palmas, o Jalapão tem um território extenso com cerca de 34 mil km² – maior que o território de Sergipe e Alagoas. Abrange alguns municípios como São Félix do Tocantins, Mateiros, Novo Acordo e Ponte Alta do Tocantins que são verdadeiros portais para o paraíso do Jalapão.

Como chegar no Jalapão? 

Em Palmas é possível chegar com voos diretos de Goiânia, São Paulo e Brasília. De outras localidades é preciso fazer conexões para chegar até a cidade. Assim que chegar em Palmas, é preciso ir em direção à Ponte Alta do Tocantins, uma das principais entradas para o Jalapão, e seguir 195 km de estrada. A TO-050 vai até Porto Nacional e depois é preciso pegar a TO-255 até Ponte Alta. Em seguida as estradas são somente de terra, incluindo os 162 km que ligam Ponte Alta de Mateiros. Também existe a opção de ir até Novo Acordo pela BR-010 e seguir pela TO-020. Outro caminho possível é ir até Mateiros pela TO-255 em Ponte Alta do Tocantins, ou seguir pela TO-030 e a TO-255, próximo de Novo Acordo. 

Pelas estradas serem de terra com solo arenoso e a densidade demográfica ser muito baixa, a recomendação é viajar sempre com um guia, além da utilização de veículos de tração 4X4.

Estradas no Jalapão, Tocantins
Imagem da estrada no Jalapão – Fonte: Um Viajante

Qual a melhor época para visitar o Jalapão?

Visitar o Jalapão é uma experiência incrível em qualquer época do ano, visto que o calor é predominante em todas as estações. No entanto, entre maio e julho, período de clima seco na região, são um dos melhores meses para realizar os passeios, pois a baixa umidade não incomoda e a vegetação estará muito verde e as cachoeiras com um bom volume de água. Próximo ao final da seca (agosto e setembro), a baixa umidade do ar já começa a ficar mais desconfortável e a vegetação passa a ficar menos verde. 

Roteiro Jalapão em 3 dias: o que fazer, quando ir, quanto custa e mais!
Imagem das Dunas do Jalapão – Fonte: Prefiro Viajar

O que fazer no Jalapão?

Assista o pôr do sol nas Dunas do Jalapão e na Pedra Furada

Todo pôr do sol no Jalapão é de encher os olhos, mas é imperdível nas Dunas do Jalapão e na Pedra Furada. As dunas ficam próximas a Serra do Espírito Santo, o que faz com que a paisagem fique ainda mais bela, além do encanto da luz do sol batendo na areia. Já na Pedra Furada, como o próprio nome diz, o encanto é na luz que atravessa os buracos formados pelo intemperismo e faz destes espaços o cenário perfeito para registrar o pôr do sol. Ambos os locais são de fácil acesso e prometem uma vista admirável. 

Imagem da Pedra Furada no Jalapão/TO – Fonte: Guia de Destinos

Visite o Fervedouro Bela Vista

É evidente que todos os fervedouros do Jalapão são lindos, mas o fervedouro Bela Vista é uma passagem obrigatória em sua viagem ao Parque. Os fervedouros são conhecidos pelas águas cristalinas, formados por nascentes de rios que ficam subterrâneos, geralmente próximo a rochas impermeáveis, que dificultam a saída da água e formam lindas piscinas naturais.

Imagem do Fervedouro Bela Vista no Jalapão. Fonte: Guia de Destinos

Conheça a Cachoeira do Formiga

Essa é uma das cachoeiras mais visitadas no Jalapão, a água dela escoa e forma uma piscina natural ao lado. Um ótimo local para quem não sabe nadar. No entanto, a cachoeira está em um local particular e o ingresso para a visitação custa aproximadamente R$20,00 por pessoa. 

Para aproveitar a cachoeira com poucos turistas é necessário evitar os dias de feriados prolongados, que costumam ter muitas pessoas por ser uma das principais atrações do Jalapão.

Imagem da Cachoeira do Formiga, Jalapão/TO. Fonte: Viajali

Observe o céu à noite

Em qualquer lugar que estiver no Jalapão, observar o céu à noite é um dos presentes que o parque pode oferecer. Por ser distante de grandes cidades, o céu fica com menores taxas de poluentes no ar, tornando o céu mais visível e deslumbrante.

File:O céu do Jalapão.jpg
Noite estrelada no céu do Jalapão, em Tocantins. Fonte: Wikimedia Commons

Faça um rafting no Rio Novo ou no Rio Sono

O rafting no Rio Novo é perfeito para quem procura adrenalina em um ambiente exuberante, e ainda conhece os dos maiores rios de água potável do mundo. Com o Novaventura você garante um passeio cheio de diversão e emoção em quase uma hora de passeio – cerca de 2 km de rio percorrido. Já o rafting no Rio Sono é um passeio realizado para quem prefere relaxar e contemplar as flores e pássaros das matas ciliares. O passeio dura aproximadamente 2h30, percorrendo 12 km do maior rio localizado totalmente em Tocantins. A base do Novaventura é em São Felix do Tocantins, mas também estamos presentes no município de Mateiros desde abril até novembro.

Imagem de pessoas praticando Rafting Expresso da Velha no Rio Novo. Fonte: NovaVentura

Visitar o Jalapão é com certeza uma das melhores experiências para quem gosta de turismo ecológico, desde ver o pôr do sol e avistar o céu limpo durante a noite, até aproveitar o que de melhor o parque oferece, os incríveis monumentos naturais.

Venha viver essa experiência única nos rios do Jalapão! Agende seu passeio agora mesmo, reserve online de forma prática e rápida.