Uma das unidades de conservação mais conhecidas do país, o Parque Estadual do Jalapão é um ótimo destino para quem gosta de ecoturismo. Passeando no local é possível encontrar aves como tucanos, papagaios, araras-azuis e demais espécies, mas esta é só uma pequena parte do que o Jalapão pode oferecer. Conhecido pelos fervedouros onde a pressão da água é tão forte que fica praticamente impossível encostar no fundo, o Jalapão é um dos locais mais bonitos para visitar no estado do Tocantins. 

Jalapão
Imagem do Parque Estadual do Jalapão, em Tocantins – Fonte: Metrópoles

Onde fica o Jalapão? 

Localizado no extremo leste de Tocantins, aproximadamente 350 km da capital Palmas, o Jalapão tem um território extenso com cerca de 34 mil km² – maior que o território de Sergipe e Alagoas. Abrange alguns municípios como São Félix do Tocantins, Mateiros, Novo Acordo e Ponte Alta do Tocantins que são verdadeiros portais para o paraíso do Jalapão.

Como chegar no Jalapão? 

Em Palmas é possível chegar com voos diretos de Goiânia, São Paulo e Brasília. De outras localidades é preciso fazer conexões para chegar até a cidade. Assim que chegar em Palmas, é preciso ir em direção à Ponte Alta do Tocantins, uma das principais entradas para o Jalapão, e seguir 195 km de estrada. A TO-050 vai até Porto Nacional e depois é preciso pegar a TO-255 até Ponte Alta. Em seguida as estradas são somente de terra, incluindo os 162 km que ligam Ponte Alta de Mateiros. Também existe a opção de ir até Novo Acordo pela BR-010 e seguir pela TO-020. Outro caminho possível é ir até Mateiros pela TO-255 em Ponte Alta do Tocantins, ou seguir pela TO-030 e a TO-255, próximo de Novo Acordo. 

Pelas estradas serem de terra com solo arenoso e a densidade demográfica ser muito baixa, a recomendação é viajar sempre com um guia, além da utilização de veículos de tração 4X4.

Estradas no Jalapão, Tocantins
Imagem da estrada no Jalapão – Fonte: Um Viajante

Qual a melhor época para visitar o Jalapão?

Visitar o Jalapão é uma experiência incrível em qualquer época do ano, visto que o calor é predominante em todas as estações. No entanto, entre maio e julho, período de clima seco na região, são um dos melhores meses para realizar os passeios, pois a baixa umidade não incomoda e a vegetação estará muito verde e as cachoeiras com um bom volume de água. Próximo ao final da seca (agosto e setembro), a baixa umidade do ar já começa a ficar mais desconfortável e a vegetação passa a ficar menos verde. 

Roteiro Jalapão em 3 dias: o que fazer, quando ir, quanto custa e mais!
Imagem das Dunas do Jalapão – Fonte: Prefiro Viajar

O que fazer no Jalapão?

Assista o pôr do sol nas Dunas do Jalapão e na Pedra Furada

Todo pôr do sol no Jalapão é de encher os olhos, mas é imperdível nas Dunas do Jalapão e na Pedra Furada. As dunas ficam próximas a Serra do Espírito Santo, o que faz com que a paisagem fique ainda mais bela, além do encanto da luz do sol batendo na areia. Já na Pedra Furada, como o próprio nome diz, o encanto é na luz que atravessa os buracos formados pelo intemperismo e faz destes espaços o cenário perfeito para registrar o pôr do sol. Ambos os locais são de fácil acesso e prometem uma vista admirável. 

Imagem da Pedra Furada no Jalapão/TO – Fonte: Guia de Destinos

Visite o Fervedouro Bela Vista

É evidente que todos os fervedouros do Jalapão são lindos, mas o fervedouro Bela Vista é uma passagem obrigatória em sua viagem ao Parque. Os fervedouros são conhecidos pelas águas cristalinas, formados por nascentes de rios que ficam subterrâneos, geralmente próximo a rochas impermeáveis, que dificultam a saída da água e formam lindas piscinas naturais.

Imagem do Fervedouro Bela Vista no Jalapão. Fonte: Guia de Destinos

Conheça a Cachoeira do Formiga

Essa é uma das cachoeiras mais visitadas no Jalapão, a água dela escoa e forma uma piscina natural ao lado. Um ótimo local para quem não sabe nadar. No entanto, a cachoeira está em um local particular e o ingresso para a visitação custa aproximadamente R$20,00 por pessoa. 

Para aproveitar a cachoeira com poucos turistas é necessário evitar os dias de feriados prolongados, que costumam ter muitas pessoas por ser uma das principais atrações do Jalapão.

Ficou querendo saber mais sobre as cachoeiras do Jalapão? Separamos um conteúdo exclusivo sobre As Principais Cachoeiras do Jalapão.

Imagem da Cachoeira do Formiga, Jalapão/TO. Fonte: Viajali

Observe o céu à noite

Em qualquer lugar que estiver no Jalapão, observar o céu à noite é um dos presentes que o parque pode oferecer. Por ser distante de grandes cidades, o céu fica com menores taxas de poluentes no ar, tornando o céu mais visível e deslumbrante.

File:O céu do Jalapão.jpg
Noite estrelada no céu do Jalapão, em Tocantins. Fonte: Wikimedia Commons

Faça um rafting no Rio Novo ou no Rio Sono

O rafting no Rio Novo é perfeito para quem procura adrenalina em um ambiente exuberante, e ainda conhece os dos maiores rios de água potável do mundo. Com o Novaventura você garante um passeio cheio de diversão e emoção em quase uma hora de passeio – cerca de 2 km de rio percorrido. Já o rafting no Rio Sono é um passeio realizado para quem prefere relaxar e contemplar as flores e pássaros das matas ciliares. O passeio dura aproximadamente 2h30, percorrendo 12 km do maior rio localizado totalmente em Tocantins. A base do Novaventura é em São Felix do Tocantins, mas também estamos presentes no município de Mateiros desde abril até novembro.

Imagem de pessoas praticando Rafting Expresso da Velha no Rio Novo. Fonte: NovaVentura

Visitar o Jalapão é com certeza uma das melhores experiências para quem gosta de turismo ecológico, desde ver o pôr do sol e avistar o céu limpo durante a noite, até aproveitar o que de melhor o parque oferece, os incríveis monumentos naturais.

Venha viver essa experiência única nos rios do Jalapão! Agende seu passeio agora mesmo, reserve online de forma prática e rápida.