Saiba tudo sobre como começou o desafio dos 400km nume aventura de cicloturismo no Jalapão. Se você curte pedalar e gosta de desafios, com um plus de estar em um local magnífico e com paisagens lindas, com certeza você vai gostar.

O início do desafio de cicloturismo no Jalapão

Tudo começou a mais de dez anos atrás, com aventureiros que moravam em Palmas e queriam conhecer o Jalapão. Não tinham carro e dinheiro, mas tinham tempo e duas pernas. Logo decidiram que iriam conhecer o Jalapão de bicicleta, partindo de e voltando para Palmas em uma volta que totalizava 800 km. Decidiram utilizar o feriado de carnaval para realizar a “viagem”.

A primeira viagem

Na primeira creio que haviam 4 pedalando e mais 1 no carro de apoio, uma Fiorino. O carro de apoio ficou pelo caminho e, para terminar o percurso, uns pegaram carona e outros chegaram pedalando.

Não foi uma viagem extremamente organizada, mas foi a primeira e marcou o início de uma tradição que permanece até hoje: desde então, em todo carnaval um grupo se junta para  pedalar pelo Jalapão. 

O desafio de cicloturismo ganhando visibilidade e adeptos

E no meio dos bikers de Palmas, o pedal virou um mito, o grande desafio a ser superado. Quem pedalou o Jalapão, já era respeitado.

Primeiro porque eram 800 km em 8 dias e segundo porque ninguém ia obrigado, ou seja, era auto-sacrifício voluntário.

Com o passar dos anos a coisa foi evoluindo e os grupos foram crescendo, chegando na sexta edição, que contou com o gigante grupo de aproximadamente 20 ciclistas.

A queda e ascensão do desafio de cicloturismo no Jalapão

A partir de então, o grupo que não se renovava foi minguando até quase morrer na décima edição, mas nessa aí apareceram umas caras novas que vislumbraram o potencial  turístico da atividade. Os caras tomaram a frente da organização do evento e tocaram o barco.

Já foram mais de 10 edições, o percurso foi reduzido para 400 km, para manter o caráter do pedal, e os grupos, que antes eram formados só por gente de Palmas, hoje recebem gente de todo o Brasil

O mito do desafio de pedalar o Jalapão continua, mas hoje com muito mais estrutura, organização e profissionalismo. Tivemos a oportunidade de participar de duas edições desde o início há dez anos atrás e podemos dizer que conhecer o Jalapão de bicicleta é uma experiência que compensa cada giro.

Querem saber como é? Confiram o link do documentário da edição do ano de 2013: